Em perspectiva

Print

A Fundação Interamericana (IAF), órgão independente do Governo dos Estados Unidos, foi criada pelo Congresso dos EUA em 1969 para canalizar a ajuda para o desenvolvimento diretamente às pessoas de baixa renda organizadas na América Latina e no Caribe. A IAF tem cumprido seu mandato respondendo com o apoio de doações às ideias mais criativas de autoajuda recebidas de grupos de base e organizações não governamentais. Também incentiva parcerias entre organizações comunitárias, empresas e governo local, destinadas a melhorar a qualidade de vida das pessoas de baixa renda e a fortalecer as práticas democráticas.

A IAF é dirigida por um Conselho Diretor nomeado pelo Presidente dos Estados Unidos e confirmado pelo Senado desse país. O Presidente, nomeado pelo Conselho Diretor, atua como Diretor Executivo da Fundação Interamericana, dirigindo um quadro de pessoal de 47 funcionários com sede em Washington D.C.

Missão

Em conformidade com a Parte IV, Seção 401(b) da Lei de Ajuda Externa de 1969, o Estatuto da IAF estipula o seguinte: “o propósito da Fundação, principalmente em cooperação com organizações privadas regionais e internacionais, será o seguinte:

  • Reforçar os vínculos de amizade e compreensão entre os povos deste Hemisfério;
  • Apoiar iniciativas de autoajuda destinadas a aumentar as oportunidades de desenvolvimento individual;
  • Incentivar e ajudar uma participação eficaz e cada vez mais ampla das pessoas no processo de desenvolvimento;
  • Promover o estabelecimento e crescimento de instituições democráticas, tanto privadas como públicas, de acordo com os requisitos dos países soberanos deste Hemisfério.”

Resultados

Outrora considerado experimental, o enfoque da IAF é cada vez mais recomendado como a forma mais eficaz de melhorar a qualidade de vida de comunidades marginalizadas.

Desde 1972 já concedeu mais de 5.000 doações, perfazendo um total superior a US$680 milhões. As doações da IAF apoiam de forma predominante a geração de renda e melhores condições de vida. Os donatários promovem uma agricultura mais lucrativa, microempresas e empresas comunitárias; proporcionam treinamento em aptidões vitais para um emprego bem remunerado; oferecem acesso a recursos hídricos, serviços de utilidade pública básicos e habitação adequada, possibilitando às pessoas canalizar sua energia para um trabalho produtivo.

Ao conceder doações para o desenvolvimento, a IAF empenha-se em assegurar a participação dos povos indígenas, afro-descendentes e pessoas com deficiência, bem como incentiva sua inclusão nos processos políticos e sociais. Apoiando as melhores ideias que surgem na região, seu programa tem reforçado uma vasta estrutura de grupos comunitários e organizações não-governamentais, que se transformou em um canal altamente eficaz e transparente para uma ajuda externa produtiva. Em conjunto, a IAF e seus donatários melhoraram as condições de vida de centenas de milhares de famílias de baixa renda em comunidades em todo o Hemisfério. Leer mais...