Resultados

Print

Todas as atividades da IAF são realizadas com o conhecimento de que serão avaliadas de alguma maneira. Os donatários devem informar semestralmente sobre o progresso dos indicadores selecionados no Quadro de Desenvolvimento de Base (GDF) que a IAF criou para medir o impacto de seus investimentos. Esses resultados são agregados e compilados anualmente num Relatório de Resultados. Além disso, pessoas são contratadas para realizar avaliações de projetos selecionados alguns anos após o encerramento oficial das atividades da doação. Essas avaliações proporcionam contribuições valiosas para as estratégias de desenvolvimento de base.

Em 2011, a IAF contratou William D. Savedoff, senior fellow do Center for Global Development, para realizar uma revisão independente de seu programa de avaliação. Em seu relatório, o senhor Savedoff afirma que o enfoque da IAF favorece o raciocínio indutivo, em contraste com os métodos dedutivos de outras agências de assistência, que começam articulando perguntas e hipóteses que são testadas. O enfoque da IAF começa com a observação e só depois identificam-se as perguntas relevantes e as lições são extraídas. O senhor Savedoff afirma que se trata de um "enfoque rico e útil".

O Quadro de Desenvolvimento de Base

Nos negócios, o lucro é o que importa. No desenvolvimento de base, um projeto deve gerar melhorias materiais na qualidade de vida dos pobres. A pobreza envolve não só a falta de renda, mas também falta de acesso a uma gama de serviços básicos (incluindo educação, saúde, moradia e outros), bem como oportunidade insuficiente de participação cívica ativa. O GDF reúne indicadores de melhores condições numa ferramenta que mede o impacto e os resultados do financiamento da IAF. Foi criado aplicando o que aprendemos em mais de 4.900 projetos financiados pela IAF. Desde a implementação inicial do GDF, a IAF já ofereceu capacitação em seu uso a várias instituições de assistência para o desenvolvimento interessadas.

Como funciona o GDF?

A premissa do GDF é que o desenvolvimento de base produz resultados tangíveis e intangíveis em três níveis: para indivíduos e famílias, para organizações e para a comunidade ou sociedade. O GDF procura medir e documentar os resultados tangíveis e intangíveis. Os donatários da IAF selecionam de um menu de 41 indicadores e usam-nos para informar sobre o progresso na consecução dos objetivos de seus projetos. Os dados coletados duas vezes por ano dos donatários (num gráfico Excel simples) são verificados por profissionais e enviados à IAF, onde são analisados e compilados num relatório de resultados pelo Escritório de Avaliação.