Primeira fundação comunitária do Haiti

Print
members of haiti foundation committee visit Kenya

Na última década, a Fundação Interamericana apoiou o crescimento de fundações comunitárias semelhantes às que floresceram nos Estados Unidos no século passado como doadoras servindo uma área geográfica definida. Desde 2011, a IAF trabalha com Economic Stimulus Projects for Work and Action (ESPWA), uma organização sem fins lucrativos baseada em Massachusetts, para criar uma fundação comunitária no Haiti. 

Com apoio da IAF, ESPWA realizou dois workshops em 2011 e 2012 que incluíram peritos da Global Fund for Community Foundations, Fundação W.K. Kellogg e líderes empresariais haitianos, organizações da sociedade civil e donatários da IAF. Também receberam assessoria sobre boas práticas da Nebraska Community Foundation e da Brazil Foundation (donatária da IAF). O resultado foi um comitê diretivo de cidadãos haitianos com a tarefa de identificar os passos para criar uma fundação comunitária que atenda as necessidades do Haiti. Com o patrocínio da IAF, em julho os membros visitaram a Kenya Community Development Foundation (KCDF), a mais antiga fundação desse tipo na África Oriental que opera num contexto mais similar ao do Haiti. O relatório da viagem do comitê assinala a necessidade de “paladinos” com o prestígio da Fundação Ford ou Fundação Aga Khan, que apoiaram KCDF, bem como contribuições da base. KCDF incentivou doações através da campanha “Um centavo cada dia”, que financiou uma produtora de ovos cujos lucros são reinvestidos em atividades pecuárias que geram fundos para projetos comunitários.